Guia completo para redigir uma carta de contra-oferta irresistível em 2024!

como redigir uma carta de contra-oferta
Recebeu uma oferta de emprego, mas o salário não te agradou? Não desista! Negocie o que você merece com inteligência e conquiste a oferta dos seus sonhos. Nesse guia completo, você encontrará dicas valiosas para redigir uma carta de contra-oferta:
  • O que é uma carta de contra-oferta e quando usá-la: Descubra como essa ferramenta pode te ajudar a alcançar seus objetivos profissionais.
  • Dicas infalíveis para escrever uma carta de contra-oferta irresistível: Aprenda a elaborar um argumento convincente que demonstre seu valor e conquiste a empresa.
  • Modelo de carta de contra-oferta pronto para usar: Preencha os campos e personalize facilmente para se adequar à sua situação.
  • Exemplo prático de carta de contra-oferta para negociação salarial: Inspire-se e veja como estruturar sua própria carta de forma eficaz.

Não deixe a oportunidade passar! Domine a arte da negociação e garanta a oferta de emprego com o salário e os benefícios que você merece.

Leia agora e dê o primeiro passo para o sucesso profissional!

O que é uma carta de contra-oferta?

Uma carta de contra-oferta é uma carta formal ou um e-mail expressando o desejo de um candidato a emprego de modificar a oferta inicial do potencial empregador. O candidato geralmente manifesta vontade de ingressar na empresa, mas deseja negociar os termos e condições da oferta.

Muitos candidatos a emprego não declaram claramente as suas expectativas salariais, porque pensam que o salário é fixo. No entanto, mais de 60% dos gestores de contratação deixam alguma margem de manobra, pelo que tentar negociar melhores condições é uma boa ideia. 

Mas uma carta de contra-oferta não é necessariamente apenas uma negociação salarial em que o candidato pede uma remuneração mais elevada. Também pode indicar sua disposição para:

  • Revise a oferta original durante uma chamada/reunião.
  • Discuta os benefícios adicionais que você gostaria de ter (como dias de folga, reembolso de viagens, etc.) 

Quando enviar uma carta de contra-oferta?

Como você sabe que a situação exige uma carta de contra-oferta? Aqui estão alguns exemplos típicos:

  • O salário oferecido é inferior ao do cargo anterior (e você não está mudando de carreira).
  • As condições não correspondem às despesas e custo de vida na região.
  • O cargo exige remanejamento, o que pressupõe gastos extras.
  • Você está convencido de que sua experiência e cargo exigem salários mais altos. Você tem várias ofertas de emprego e deseja negociar as melhores condições para você.

O objetivo final é formular uma carta concisa, razoável e baseada em evidências que justifique sua 

solicitação – o que faria com que o empregador atendesse às suas expectativas (e a oferta permanecesse na mesa, naturalmente).

Leia mais: Como negociar o salário depois de receber a oferta de emprego

Dicas para escrever cartas de contra-oferta

Ao preparar sua carta de contra-oferta, você precisa ter certeza de manter um bom relacionamento com o recrutador, manter a oportunidade de emprego e conseguir o que deseja. Existem várias maneiras de conseguir isso. 

Em primeiro lugar, você precisa encontrar e coletar os dados para apoiá-lo:

  • Pesquise por LinkedIn e sites de empregos semelhantes para encontrar faixas salariais típicas para sua posição.
  • Monte um inventário de suas principais habilidades , certificações/licenças e treinamento que certamente mostrará seu valor ao potencial empregador.
  • Justifique seu valor de mercado apresentando seus excelentes resultados de empregos anteriores (apoiados em números).
  • Mencione qualquer experiência que envolva responsabilidades de nível superior de antiguidade – gerenciamento de equipe, integração de novos funcionários, elaboração de um programa de treinamento, etc.

Então, pense em coisas que você poderia pedir além do salário:

  • Folga remunerada
  • Dias de doença
  • Outros benefícios (seguro saúde, aulas de idiomas, cartões esportivos, etc.)
  • Comissões mais altas
  • Reembolsos (custos de internet e equipamentos se você trabalhar em casa ou despesas de viagem)
  • Cobertura de realocação

E por último, certifique-se de transmitir o tom certo:

  • Seja confiante, mas respeitoso – faça pedidos, não exigências.
  • Vá direto ao ponto, seja preciso e apresente seu raciocínio com clareza.
  • Mostre flexibilidade e disposição para negociar.
Resumo completo: Elaborando uma carta de contra-oferta imbatível
  1. Pesquisa é poder: Descubra os salários e benefícios médios para cargos similares no mercado.
  2. Seu valor em números: Reflita sobre suas realizações e conhecimentos que justificam uma remuneração superior.
  3. Diplomacia e clareza: Redija uma carta educada expressando seu interesse na vaga e disposição para negociar.
  4. Convide para a próxima fase: Inclua um convite à ação que reforce sua abertura para continuar a conversa.
  5. Revisão impecável: Revise cuidadosamente sua carta para garantir clareza, profissionalismo e impacto.

Preparando-se para a resposta:

  • Atitude positiva: Esteja pronto para aceitar, rejeitar ou negociar a contraproposta com maturidade e compostura.
  • Confiança em si mesmo: Acredite no seu valor e na sua capacidade de alcançar um acordo vantajoso para ambas as partes.

Gostou do nosso guia?

Esperamos que este conteúdo tenha sido útil para você! Se você busca ainda mais dicas sobre como escrever cartas de contra-oferta irresistíveis, deixe seu comentário abaixo. Adoraríamos te ajudar a conquistar a oferta de emprego dos seus sonhos!

Clique aqui para ler mais artigos ou visite a nossa página do facebook

Rolar para cima